Marque a sua Consulta

Histeroscopia

A videohisteroscopia consiste na visualização da cavidade endometrial (parte de dentro do útero), assim como do canal cervical (dentro do colo do útero). Este procedimento visa o diagnóstico de alterações intrauterinas, e ao tratamento de alterações do endométrio (como a retirada de pólipos).

É realizado com a introdução do equipamento de espessura diminuta entre 3 e 5 mm de diâmetro (histeroscópio) através do colo uterino e, com uma microcâmera conectada a este equipamento, a imagem é projetada em um monitor, o que, inclusive, possibilita que a paciente acompanhe o procedimento, quando este é realizado sem sedação. Contudo, é possível realizar este procedimento com uso de sedação leve, mesmo em nível ambulatorial, o que pode permitir maior conforto à paciente e facilitar os procedimentos cirúrgicos histeroscópicos.

Tem como indicações principais: infertilidade, abortamento habitual, sangramento uterino anormal, pólipos, miomas, espessamento do endométrio, suspeita de câncer de endométrio e suspeita de malformações ginecológicas.

As principais indicações para a videohisteroscopia são: hemorragia uterina anormal, falta de menstruação (amenorreia), controle do endométrio em pacientes na menopausa, ultrassonografia mostrando alterações na cavidade uterina ou investigação para infertilidade.

Receba dicas para
cuidar da sua saúde