Marque a sua Consulta

31/05/2018

Saiba mais sobre cólica menstrual: causas, sintomas e como prevenir

O período que antecede a menstruação costuma trazer alguns incômodos para a mulher. Além da Tensão Pré-Menstrual, outra queixa constante diz respeito ao surgimento de cólicas, que pode provocar algumas dores insuportáveis. Mas você sabe por que isso acontece? É o que vamos explicar nesse post.

Mas afinal, o que causa a cólica menstrual?

Estimativas indicam que, em algum momento de suas vidas, 50% das mulheres já sofreram com a cólica menstrual, um distúrbio que se caracteriza por dores no baixo ventre, que podem se alastrar para as costas e pernas.

A grande causadora da dismenorreia – outro nome pelo qual a cólica também é conhecida – é a liberação de uma substância chamada prostaglandina, responsável pela contração do útero, cujo movimento permite que o endométrio seja expelido do organismo pelo sangramento.

A intensidade da dorpode variar, mas há casos em que ela é forte o suficiente para deixar a paciente temporariamente incapacitada. No auge da crise, o mal-estar é constante, alternando com breves períodos de alívio.

É importante ressaltar ainda que existem dois tipos de cólicas menstruais: as primárias são aquelas decorrentes exclusivamente do processo menstrual, já as secundárias, por sua vez, estão diretamente relacionadas à outras patologias, como, por exemplo, a endometriose ou os miomas uterinos.

Estou com os sintomas de cólica. O que eu faço?

Uma vez que os sintomas da cólica se manifestem, o ideal é que as pacientes procurem seu médico para que seja identificada a origem do distúrbio – primária ou secundária.

É com base nesse diagnóstico – feito a partir de exames laboratoriais e de imagem – que o ginecologista vai orientá-la sobre as estratégias mais eficazes para o tratamento. Na cólica menstrual primária, atitudes simples como a prática de exercícios e a adoção de uma dieta rica em fibras podem ajudar a amenizar o quadro.

 Mulheres sexualmente ativas que não desejem mais ter filhos têm a opção de recorrer às pílulas anticoncepcionais, cujos hormônios provocam a atrofia do endométrio, local em que é produzida a prostaglandina.

Quando a cólica é decorrente de outras patologias, por sua vez, pode se fazer necessária uma intervenção cirúrgica. Em qualquer um dos casos,há a possibilidade de utilização de bolsas d’água na região afetada ou então, recorrer a medicamentos anti-inflamatórios não esteroides, sob prescrição médica, para amenizar as dores.

Como saber se pertenço a um grupo de risco. A que fatores devo ficar atenta?

Uma das maneiras de se prevenir acerca do surgimento de cólicas menstruais é considerar o histórico familiar. Contudo, há outros fatores que demandam a adoção de hábitos preventivos, como quando a menstruação é essencialmente volumosa e dura vários dias ou os ciclos são irregulares.

Somadas às orientações médicas – que, em hipótese alguma, devem ser negligenciadas – existem algumas medidas caseiras que podem ser adotadas, como a prática de exercícios e a ingestão constante de água.

E você? Gostou dessas dicas? Se ainda tem dúvidas ou gostaria de sugerir outros temas para serem abordados aqui no blog, compartilhe sua opinião conosco aqui nos comentários. É sempre gratificante a oportunidade de colocar o meu conhecimento a disposição das mulheres.

#MaisLidas

17/12/2018

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Etiam eget mi tellus. Pellentesque lacinia congue tempus. Aenean eros nulla, lobortis et augue vel, aliquet posuere ligula. Vivamus sit amet ipsum lobortis, pulvinar nulla mollis, semper nisi. Donec iaculis nec sapien consequat.

17/12/2018

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Etiam eget mi tellus. Pellentesque lacinia congue tempus. Aenean eros nulla, lobortis et augue vel, aliquet posuere ligula. Vivamus sit amet ipsum lobortis, pulvinar nulla mollis, semper nisi. Donec iaculis nec sapien consequat.

17/12/2018

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Etiam eget mi tellus. Pellentesque lacinia congue tempus. Aenean eros nulla, lobortis et augue vel, aliquet posuere ligula. Vivamus sit amet ipsum lobortis, pulvinar nulla mollis, semper nisi. Donec iaculis nec sapien consequat.

Receba dicas para
cuidar da sua saúde