Marque a sua Consulta

19/10/2018

Outubro Rosa: tudo o que você precisa saber sobre a campanha e o câncer de mama

Já estamos na metade do mês. A essa altura, você certamente já deve ter se deparado com alguma divulgação sobre o movimento Outubro Rosa: pessoas que customizam suas fotos nas redes sociais em apoio a iniciativa, uma propaganda ou uma reportagem no jornal ou na TV.

Mas você já parou para pensar sobre a importância desta campanha? Tamanha mobilização se justifica: o câncer de mama ainda é o mais frequente entre mulheres em todo o mundo, inclusive no Brasil.

No post de hoje, nós vamos reforçar o alerta da importância do diagnóstico precoce, bem como contar um pouco da história do Outubro Rosa. Não descuide da sua saúde!

Como surgiu o Outubro Rosa?

O Outubro Rosa é um movimento que surgiu nos Estados Unidos, em meados da década de 90. Com o passar dos anos, porém, a campanha ganhou mais força e se popularizou nos quatro cantos do planeta.

A ideia dos idealizadores é alertar as mulheres para a importância do autoexame e da mamografia – que deve ser realizada periodicamente a partir dos 40 anos – enquanto medidas preventivas a esse tipo de câncer.

No decorrer da campanha – que adotou como símbolo oficial laços cor-de-rosa – costumam ser realizados diversos mutirões de saúde, inclusive itinerantes, para facilitar o acesso das pacientes aos serviços médicos. Diagnosticada qualquer anomalia, elas são encaminhadas para tratamento especializado.

Qual a incidência do câncer de mama no Brasil?

Infelizmente, o câncer de mama ainda é o que mais causa a morte de mulheres em nosso país. Entre elas, a sua incidência só não é mais frequente que as lesões de pele.

Vale lembrar ainda que, embora seja uma situação mais rara, esta não é uma doença exclusivamente feminina, podendo atingir também os homens, que respondem por cerca de 1% do total de casos.

Há de se considerar também os vários fatores de risco que podem favorecer o desenvolvimento de um tumor. Além do histórico familiar, o uso de contraceptivos orais ou de reposição hormonal por muitos anos deve ser evitado. Pacientes que não tenham tido filhos, tampouco amamentado ao longo da vida, também podem ser incluídas nos grupos de risco.

A que sinais você deve ficar atenta?

Se há uma boa notícia em toda essa história é a de que as pacientes estão mais conscientes da necessidade de prevenção: prova disso é, que na maior parte dos casos, a doença é detectada pelas próprias mulheres durante o autoexame.

Por essa razão, é extremamente importante que você apalpe suas mamas com frequência. Com a prática, é possível reconhecer o surgimento das chamadas alterações suspeitas.

Redobre a sua atenção sempre que perceber a presença de um caroço na mama, ainda que o nódulo seja indolor. Eles também podem aparecer, em tamanho melhor, na região do pescoço e das axilas.

Mudanças na coloração e no aspecto da pele da mama – que tende a ficar mais avermelhada ou então parecida com uma casca de laranja – são outros indicadores de que algo pode estar errado. Percebendo qualquer um desses sinais, marque uma consulta com seu médico imediatamente!

Entendeu porque a mobilização realizada pelo Outubro Rosa é tão importante? A detecção precoce de qualquer tipo de câncer pode trazer resultados surpreendentes e salvar uma vida.

Mostre que você também está engajada nessa campanha e compartilhe esse texto em suas redes sociais para ajudar a difundir informação!

#MaisLidas

17/12/2018

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Etiam eget mi tellus. Pellentesque lacinia congue tempus. Aenean eros nulla, lobortis et augue vel, aliquet posuere ligula. Vivamus sit amet ipsum lobortis, pulvinar nulla mollis, semper nisi. Donec iaculis nec sapien consequat.

17/12/2018

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Etiam eget mi tellus. Pellentesque lacinia congue tempus. Aenean eros nulla, lobortis et augue vel, aliquet posuere ligula. Vivamus sit amet ipsum lobortis, pulvinar nulla mollis, semper nisi. Donec iaculis nec sapien consequat.

17/12/2018

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Etiam eget mi tellus. Pellentesque lacinia congue tempus. Aenean eros nulla, lobortis et augue vel, aliquet posuere ligula. Vivamus sit amet ipsum lobortis, pulvinar nulla mollis, semper nisi. Donec iaculis nec sapien consequat.

Receba dicas para
cuidar da sua saúde