Marque a sua Consulta

01/02/2019

Endometriose ovariana: tudo o que você precisa saber

Se você é uma leitora assídua do nosso blog, já sabe que a endometriose é uma doença crônica que se manifesta quando fragmentos do endométrio não são expelidos pela menstruação e acabam migrando para outras regiões do corpo.

Em vários textos anteriores, a gente explicou o que acontece quando focos da doença são encontrados na bexiga ou no intestino, por exemplo. Nestes casos, quase sempre é necessária a presença de uma equipe multidisciplinar.

No post de hoje, nós vamos tratar das características da endometriose ovariana. Você vai saber quais os sintomas, como é feito o diagnóstico e o que critérios são utilizados para definir o tratamento mais adequado.

O que caracteriza a endometriose ovariana?

Ao contrário de outras regiões do corpo – que podem não apresentar nenhum sintoma específico – a endometriose ovariana está associada a presença dos chamados endometriomas, que indicam a existência de pelo menos uma lesão profunda.

Trata-se de cistos que podem acometer a um ou aos dois ovários, cuja secreção interior tem coloração achocolatada. Salvo raras exceções, eles não costumam ter mais do que 0,5 cm de diâmetro.

Embora não haja um consenso sobre a formação de um endometrioma, a hipótese mais aceita entre a comunidade médica é a de que cistos ovarianos são “invadidos” por fragmentos do endométrio.

Quais são os sintomas e o diagnóstico?

Basicamente, os sintomas da endometriose ovariana são os mesmos que atingem as demais portadoras: dores pélvicas de intensidade variável, especialmente durante o ciclo menstrual. O ato sexual também costuma ser sinal de algum incômodo para a paciente.

Em casos muito raros, ocorre o rompimento do endometrioma, o que provoca dores agudas, na maioria das vezes, insuportáveis, levando a mulher a buscar por atendimento imediato.

Para um diagnóstico preciso, sugere-se uma combinação de técnicas, que vão da apalpação aos exames de imagens, sendo a ultrassonografia e a ressonância magnética os procedimentos mais comuns.

Que critérios definem a escolha do melhor tratamento?

Vários fatores devem ser considerados no instante em que se define o melhor tratamento para a endometriose ovariana: o primeiro deles é a vontade da paciente de ter ou não filhos. Para aquelas que desejam ser mães, deve-se tomar o cuidado de remover somente os cistos e não os ovários propriamente ditos.

Mas este não é o único aspecto que merece atenção, tendo em vista que a formação de um endometrioma também reduz a reserva de óvulos, com isso o especialista precisa garantir que não haja novas perdas durante o processo de retirada.

Quando a doença acomete ambos os ovários, é preciso considerar ainda a possibilidade de falência ovariana precoce, ou seja, os ovários param de produzir hormônios e deixam de liberar óvulos, mesmo que a paciente ainda não tenha chegado aos quarenta anos.

Entendeu o que caracteriza a endometriose ovariana? Agora relembre em quais casos uma cirurgia para a retirada dos ovários é indicada e o que você – e seu médico – devem ponderar antes da realização desse procedimento. Até a próxima!

#MaisLidas

17/12/2018

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Etiam eget mi tellus. Pellentesque lacinia congue tempus. Aenean eros nulla, lobortis et augue vel, aliquet posuere ligula. Vivamus sit amet ipsum lobortis, pulvinar nulla mollis, semper nisi. Donec iaculis nec sapien consequat.

17/12/2018

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Etiam eget mi tellus. Pellentesque lacinia congue tempus. Aenean eros nulla, lobortis et augue vel, aliquet posuere ligula. Vivamus sit amet ipsum lobortis, pulvinar nulla mollis, semper nisi. Donec iaculis nec sapien consequat.

17/12/2018

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Etiam eget mi tellus. Pellentesque lacinia congue tempus. Aenean eros nulla, lobortis et augue vel, aliquet posuere ligula. Vivamus sit amet ipsum lobortis, pulvinar nulla mollis, semper nisi. Donec iaculis nec sapien consequat.

Receba dicas para
cuidar da sua saúde