Marque a sua Consulta

03/08/2018

Em quais situações a endometriose pode causar Infertilidade?

Muitas mulheres só se dão conta de que são portadoras de endometriose quando enfrentam dificuldades para engravidar. Mas você sabe em que situações a endometriose pode causar infertilidade?

Neste post, nós vamos contar a você em quais situações a doença pode atrapalhar o desejo de aumentar a família. Mas será que, de fato, a endometriose pode pôr fim ao seu sonho? Continue a leitura e descubra!

Como a endometriose pode causar infertilidade?

Entre as portadoras de endometriose, quadros de infertilidade podem surgir quando os focos da doença comprometem importantes estruturas do sistema reprodutor, o que acaba dificultando ou impedindo a gestação.

Isso acontece porque a endometriose é capaz de provocar aderências extensas entre os órgãos. Em termos práticos, isso significa que eles fiquem grudados uns nos outros, como se estivessem unidos por uma cola.

Essa condição favorece o fechamento ou entupimento das tubas uterinas, o que inviabiliza o encontro entre o óvulo e o espermatozoide. Este é apenas um dos cenários em que a endometriose pode causar infertilidade.

Existem outras consequências para a gestação?

Todavia, para um diagnóstico preciso, é preciso entender o contexto como um todo. Nesse contexto, é válido esclarecer que as aderências desencadeiam alterações anatômicas.  

Em função desse processo de reposicionamento dos órgãos, a tuba e o ovário podem perder a mobilidade ou então se distanciar um do outro, o que impede a captação do óvulo.

Como definir o melhor método de tratamento?

Nesse ponto, convém fazermos um importante esclarecimento: a endometriose pode dificultar, mas não anula por completo a possibilidade de uma gestação. Mas, para viabilizar este sonho, a paciente precisa receber um acompanhamento médico adequado.

Cabe ao especialista a definição do método de tratamento mais adequado. Para tomar essa decisão, é preciso fazer um diagnóstico individual de cada caso. Via de regra, o médico tende a levar em conta o histórico e a idade da mulher, bem como os órgãos que foram acometidos. ?????????????????????

O tratamento clínico – com medicamentos administrados por via oral ou injetável – tende a ser suficiente para as portadoras de endometriose leve ou moderada. Por outro lado, uma cirurgia laparoscópica é o procedimento mais indicado para as manifestações mais agressivas.

O monitoramento da evolução do quadro, aliás, é determinante. Em casos extremamente complexos, a fertilização in vitro pode ser a única alternativa pata as portadoras de endometriose que acalentam o sonho da maternidade.

Por último, é importante reiterar que, aos primeiros sinais de que algo pode estar errado com o seu corpo, você deve imediatamente procurar um médico de sua confiança.

Afinal de contas, a endometriose pode causar infertilidade, mas as chances diminuem bastante quando o diagnóstico da doença é feito precocemente. Considerou que as informações deste post são relevantes? Compartilhe-o nas redes sociais para alertar outras mulheres na mesma situação.

Receba dicas para
cuidar da sua saúde