Marque a sua Consulta

09/11/2018

Por que a endometriose é conhecida como a doença dos Ds?

A ausência de manifestações específicas é um dos fatores que costumam retardar o diagnóstico da endometriose. Ao longo dos anos, há relatos de pacientes que não percebem nenhuma mudança significativa em sua rotina.

Por outro lado, é preciso prestar atenção aos sinais que o organismo nos dá. Neste post, nós vamos explicar por que a endometriose é conhecida como a doença dos Ds.

Em outras palavras, você vai entender como e por que as Dores Pélvicas, Dismenorréia, Dispareunia, Disquezia, Disúria e Dificuldades para engravidar estão relacionadas a esse problema ginecológico. Continue a leitura!

Dores Pélvicas

Mais comuns durante o período menstrual, as dores pélvicas nem sempre estão relacionadas a problemas ginecológicos. Por outro lado, elas podem se tornar um forte indicativo da presença de focos de endometriose.

Para o sucesso do tratamento, é preciso conhecer a causa das dores e avaliar sua intensidade – de um leve incômodo até uma condição crônica, que impede a mulher de executar suas atividades cotidianas – considerando sempre o histórico de cada paciente.

Dispareunia

Dispareunia pode até parecer um nome complicado, mas nada mais é do que a dor em qualquer parte da região genital, decorrente da prática sexual. O incômodo pode ocorrer durante ou após a penetração.

Provocadas pela endometriose, as alterações anatômicas nos músculos do assoalho pélvico podem favorecer a ocorrência de dispareunia. Grande parte das vezes, as lesões de endometriose estão localizadas atrasado colo uterino (retrocervical) e no fundo da vagina sendo “tocadas"durante a penetração o que causa desconforto acentuado. A cirurgia e fisioterapia pélvica tem papel fundamental no tratamento desse tipo de sintoma.

Dismenorréia

Dismenorréia é o termo médico para as populares cólicas menstruais, que podem ser de dois tipos: as primárias se manifestam em decorrência do processo menstrual, ao passo que as secundárias estão relacionadas a outras patologias, dentre as quais incluímos a endometriose.

Neste caso, além da utilização de medicamentos anti-inflamatórios ou bolsas d’água sobre a região afetada, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica, mas o especialista só poderá tomar essa decisão após analisar cada caso e identificar a origem do distúrbio.

Dificuldade para engravidar

É válido destacar ainda que a endometriose pode comprometer a capacidade fértil de uma mulher. Muitas mulheres, inclusive, só descobrem que são portadoras da doença após várias tentativas frustradas de engravidar.

Por outro lado, é importante realçar que a confirmação do diagnóstico não inviabiliza por completo o desejo de ser mãe, mas coloca esse desejo em risco. Isso acontece porque os focos da doença danificam as tubas uterinas. Ao criar aderências, elas ficam presas a outros órgãos.

Quando a fecundação ocorre, ampliam-se os riscos de um aborto espontâneo, já que os focos de endometriose também afetam o sistema imunológico, fragilizando as células de defesa do organismo.

Antes de encerrar, há ainda outros dois Ds relacionados a endometriose: a Disquezia e a Disúria, que, correspondem, respectivamente, as dores para evacuar e urinar durante o período menstrual.

Entendeu quais são os Ds relacionados a endometriose? Compartilhe este texto nas redes sociais para ajudar outras mulheres na mesma situação a terem acesso a informação de qualidade. Até a próxima!

Receba dicas para
cuidar da sua saúde