Marque a sua Consulta

31/05/2019

Uroginecologista para endometriose: por que consultar esse profissional?

A endometriose é uma doença crônica que se caracteriza pela presença de tecido endometrial, que se aloja em diferentes regiões do organismo. Por conta dessa capacidade de afetar diferentes estruturas, o ideal é que a paciente seja acompanhada por uma equipe de profissionais.

Um dos órgãos que pode ser atingido, inclusive de forma profunda, é a bexiga. Natural, então, que um ginecologista e um urologista façam parte da equipe médica. Mas você sabe o que faz um uroginecologista? Descubra a seguir!

Afinal, o que faz um uroginecologista?

Em primeiro lugar, é importante esclarecer que a uroginecologia não é reconhecida pelos Conselhos Regionais de Medicina como uma especialidade médica independente.

Trata-se, na verdade, de uma especialização, que capacita o médico urologista ou ginecologista para tratar de problemas que acometem o sistema urinário das mulheres, que possuam relação direta com o assoalho pélvico.

Na prática, isso quer dizer que o uroginecologista concentra a sua atuação na bexiga e na uretra, mas sem esquecer que quaisquer alterações nesses órgãos também podem afetar outros órgãos do assoalho pélvico, como a vagina, útero e reto.

Como esse profissional pode ajudar pacientes com endometriose?

Marcar uma consulta com um uroginecologista pode ser um diferencial no acompanhamento da paciente portadora de endometriose. Isso porque a endometriose pode acometer o trato geriturinário, sendo mais comum, nestes casos, que os focos se alojem na bexiga.

Para efetuar o diagnóstico, o especialista deve analisar o estado dos órgãos pélvicos, bexiga e ureteres, buscando identificar qual a extensão das lesões. O exame mais indicado é a videolaparoscopia, que também pode ser utilizada como técnica cirúrgica.

Ademais, é válido lembrar que vários sintomas da endometriose na bexiga afetam o canal urinário, provocando, por exemplo, um incômodo muito grande ao urinar, além das tradicionais dores que acometem toda a extensão da região pélvica.

Qual a relação entre uroginecologia e fisioterapia pélvica?

Em nosso último tópico, nós devemos destacar que a uroginecologia também é uma especialização que pode ser cursada para quem deseja tatuar na área de fisioterapia pélvica. Trata-se de um tratamento que pode ser aplicado simultaneamente ao uso de outras medidas.

Vale o lembrete que a fisioterapia pélvica é indicada especialmente para fortalecer a musculatura do assoalho pélvico, ajudando a aliviar as dores, que, em situações mais graves, impedem que as mulheres executem atividades simples do seu dia a dia.

O programa de exercícios é elaborado após uma avaliação individual do histórico, das queixas e do estado das lesões de cada paciente. Entre as terapias que podem ser utilizadas estão a cinesioterapia, que visa a execução de movimentos específicos para acelerar o processo de reabilitação.

Para ser encaminhada ao uroginecologista para endometriose, solicite um encaminhamento ao médico de sua confiança. Nós do Centro de Endometriose da Bahia, valorizamos a importância de um atendimento multidisciplinar e humanizado.

Entre em contato conosco agora mesmo para marcar sua consulta. Nossos profissionais vão oferecer todo o apoio que você precisa, além de poder contar com as tecnologias mais avançadas em seu tratamento. Até a próxima!

Receba dicas para
cuidar da sua saúde