Marque a sua Consulta

22/09/2020

Sintomas de Endometriose no Intestino

Bastante conhecida entre as mulheres, a endometriose é uma realidade que acomete muitas pacientes em todo o mundo. Contudo, o que muitas não sabem é que esta patologia pode se desenvolver e atingir o seu intestino.

Como o próprio nome diz, a endometriose intestinal acontece quando o endométrio (tecido que reveste a parede interna do útero) se desenvolve à volta das paredes do intestino, provocando sintomas como intensa dor abdominal, dificuldade para evacuar ou diarreia persistente e presença de sangue nas fezes, principalmente durante o período menstrual, além de dor na barriga durante o contato sexual.

O acometimento da endometriose no intestino pode ser superficial quando apenas a parte externa do intestino, conhecida como serosa, está acometida ou profunda quando as camadas mais internas, conhecidas como camadas musculares, submucosa e mucosa, são acometidas.

As causas da endometriose ainda são desconhecidas. Existem diversas hipóteses para elucidar suas causas, porém nenhuma delas consegue explicar, de maneira satisfatória, todos os casos da doença. Entre as hipóteses mais difundidas, em nosso meio, encontramos a teoria da menstruação retrógrada e a teoria de alterações imunológicas.

Na prática clínica, os exames mais utilizados para identificar a doença intestinal e quantificá-la são os seguintes:

• Ultrassonografia para mapeamento de endometriose profunda com preparo intestinal:
Exame fundamental no diagnóstico e na localização da doença precisando informações como as camadas do intestino envolvida, tamanho da lesão, distância do ânus e percentual da circunferência do intestino acometida

• Ressonância Magnética da Pelve

• Colonoscopia:
Esse exame, na maior parte das vezes, não consegue visualizar a endometriose pois trata-se de um exame que avalia dentro do intestino. Lembramos que a endometriose acomete o intestino de fora para dentro, raramente, a endometriose conseguirá alcançar a parte de dentro do intestino, a ponto de ser visível pela colonoscopia. Entretanto, a colonoscopia, tem o papel importante de descartar outras doenças do intestino.

O seu tratamento varia a cada caso, podendo ser realizado através do uso de pílulas anticoncepcionais com dosagens especiais ou através de procedimentos cirúrgicos, onde o tecido anormal é retirado do interior do intestino, aliviando os sintomas.

Ficou surpresa com essas informações e quer saber mais sobre a saúde da mulher? Me siga no Instagram @marcostravessa e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

Receba dicas para
cuidar da sua saúde